Traslado para Sabara

Transfer privativo para até 4 passageiros, da cidade de Belo Horizonte para cidade de Sabará e região.

De: R$ 205 | Por: R$ 186,00

Aplicável a traslado para arraial do Pompéu.

• Até 4 passageiros (recomendável 3 para conforto);
• Veículo sedan com ar condicionado;
• ABS, AirBag e rastreador;
• Veículos novos e higienizados;
• Porta malas superior a 500 litros;
• Motoristas experientes e uniformizados;

Opcionais:
Cadeira ou assento infantil: R$ 10,00
Segurança privada: consulte valor
Guia turístico: consulte valor
Tradutor ou motorista bilíngue: consulte valor

O traslado inverso tem o mesmo valor. Verifique valores para round trip (leva e traz).

Sabará

“Sabará” é a forma abreviada do termo tupi tesáberabusu, que significa “grandes olhos brilhantes“, em referência às pepitas de ouro que foram encontradas na região; sendo seu nome inicial Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará.

Sabará era dividida em cidade velha e cidade nova. A cidade velha era a região onde hoje ficam as igrejas de Nossa Senhora do Ó e Nossa Senhora da Conceição e a cidade nova era a região que abrange o centro histórico e a parte baixa, em direção ao rio.

A cidade possui trechos históricos preservados, especialmente no centro. Na Rua Pedro II, antiga Rua Direita, encontram-se alguns casarões, especialmente do século XIX. Destaca-se o Solar do Padre Correa ou de Jacinto Dias com escadarias de madeira de jacarandá e talha da terceira fase do Barroco Mineiro, onde funciona hoje a prefeitura. Ali já se hospedaram figuras ilustres como dom Pedro I e dom Pedro II.

Pontos Turísticos

Casarões
Além do Solar do Padre Correa ou de Jacinto Dias destacam-se a chamada Casa Azul, onde nos dias de hoje funciona uma repartição pública federal e a Casa Borba Gato que hoje é uma instituição do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Chafarizes
Sabará possui muitos antigos chafarizes, sendo os mais conhecidos o do Kaquende, o do Rosário e o da Corte Real.

Igrejas

  • Nossa Senhora do Ó
  • Nossa Senhora da Conceição de 1710
  • Nossa Senhora das Mercês
  • Nossa Senhora do Rosário dos Pretos
  • Igreja de Nossa Senhora da Assunção
  • São Francisco

Casa da Ópera (Teatro Municipal de Sabará)
A atual Casa da Ópera, também conhecida como Teatro Municipal, foi construída em 1819 e o teatro foi inaugurado no dia 2 de Junho de 1819, dia do aniversario da Infanta Dona Maria da Gloria, Princesa da Beira. As apresentações incluíram os títulos “Maria Teresa, a Imperatriz da Áustria” e “Zelo d’amor”.

Ao contrário do que se conhece pela tradição local, não se trata em absoluto de um teatro elisabetano. No que tange à arquitetura, se trata de um teatro barroco italiano típico, seguindo todos os parâmetros construtivos vigentes não só na Itália como também em Portugal durante os séculos XVIII e XIX. A sala segue a forma de ferradura contornada por três níveis de camarotes, num total de 41. O último andar, conhecido como “torrinha”, não é dividido em camarotes e era reservado aos espectadores financeiramente menos favorecidos. O forro do teto é de taquara. Não se sabe ao certo se o forro original era do mesmo material, tendo sido o atual introduzido na reforma de 1970 realizada por Amadée.

O teatro possui uma das melhores acústicas da América Latina e apresenta uma atividade regular que tem sido apresentada com frequência na atual gestão da Secretaria de Cultura de Sabará. As apresentações incluem música de câmara e um repertório operístico.

Museu do Ouro
Na antiga Casa de Intendência e Fundição do Ouro da Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará, funciona atualmente o Museu do Ouro, que reserva objetos associados ao período de extração do ouro em Minas Gerais durante o século XVIII9 . Há também peças do mobiliário luso-brasileiro dos séculos XVIII e XIX, pratarias, arte sacra, aparelhos de chá, gomis e lavandas 10 .

Festival de Jabuticaba
Sabará é a “Terra da Jabuticaba”, com maior produção no estado de Minas Gerais, a jabuticaba encontrou espaço nos quintais das casas de Sabará. A municipalidade incentiva a preservação das jabuticabeiras através de uma lei municipal que oferece desconto no valor do imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana para cada árvore plantada em um imóvel. Em 2007, o Festival da Jabuticaba foi registrado como Patrimônio Imaterial do município. É uma festa bem conhecida na região que atrai muitos turistas

Boa parte dos turistas costuma fazer um bate-e-volta (Round Trip), visitando apenas as atrações instaladas no confuso centrinho. Em meio às vias estreitas ficam alguns dos conjuntos arquitetônicos mais preservados e que sofreram pouquíssima intervenção.

Sabará também é destino concorrido durante a Semana Santa. Procissões e cerimônias atraem fiéis e turistas. Um dos momentos mais emocionantes é a Via Sacra, na Sexta-Feira da Paixão. O cortejo parte do Centro Histórico às quatro da manhã rumo a um dos pontos mais altos do município, a Capela do Bom Jesus. Ao longo do caminho, iluminado por velas e conduzido por matracas, surgem diversos quadros vivos. A procissão termina ao amanhecer.

Quando o assunto é a cozinha mineira, tudo lembra o ora-pro-nóbis, típico da região que ganhou seu próprio festival. O evento acontece no final do mês de maio no arraial do Pompéu, famoso também pela sua cachaça. Fora do período da festa, os pratos à base da iguaria são servidos nos dois restaurantes da vila, que ficam lotados nos finais de semana.

Dados: Wikipedia e Férias Brasil.

Veja:  Grupos de veículos |Política de devolução | A disponibilidade depende da data, não reservamos carros em específico.

Agendamento de datas e dúvidas: (31)3317-7252 / 99260-7060val@rodotransporte.com.br

Botao Reservar

 

Traslado Sabara

telefone locadora veiculos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *